Há ‘empate técnico’ no Senado sobre Eduardo na embaixada, diz presidente da comissão

O presidente da comissão de Relações Exteriores do Senado Federal, Nelson Trad, avalia que existe um “empate técnico” no colegiado sobre a aprovação ou não do nome do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil em Washington. Para ele, boa parte dos parlamentares de partidos de centro só deve definir o voto na hora da sabatina.

“Há, hoje, um empate técnico, praticamente sem margem de erro. Vai ser definido no olho mecânico, no VAR [árbitro assistente de vídeo]”, disse, acrescentando que a definição sobre a ida de Eduardo aos Estados Unidos deva sair até final de novembro.

Trad acredita que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) espera apenas o fim da tramitação da reforma da Previdência para formalizar a nomeação do filho. “Qual é a pauta que está na linha de frente lá hoje? É a reforma da Previdência, então isso está esgotando esse assunto. A partir do momento que isso acabar, fica o campo livre para o próprio governo trabalhar nessa questão com mais tranquilidade”, afirmou.

Após a indicação de Bolsonaro, Eduardo deve passar por uma sabatina na comissão de Relações Exteriores do Senado.  A decisão final caberá ao plenário da Casa. Se confirmado, o deputado deverá deixar o cargo para assumir o novo posto.

*Com informações da repórter Victoria Abel 

FONTE JOVENPAN : https://jovempan.com.br/

Notícias relacionadas