OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

POLÍTICA

Galdino confirma liderança no blocão da ALPB com consenso dos deputados da base

O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB) foi escolhido pelos deputados da base do governador Ricardo Coutinho (PSB) para assumir a liderança do blocão dos partidos aliados ao governo na Casa.  A indicação do deputado estadual foi feita através de indicação que será oficializada na primeira sessão ordinária na próxima terça-feira (9).

Leia também: Adriano Galdino deverá ser confirmado líder do Blocão na ALPB na próxima quinta-feira

Segundo Adriano o documento que concretiza seu nome como líder já conta 22 assinatura, dos 24 deputados do Blocão. “Acho que toda a bancada do governo vai nos apoiar, acredito que vai ser unânime, a escolha já foi feita pelos partidos da nossa base. Falta apenas a oficialização, que será na próxima semana.”

Sobre os nomes dos deputados que irão assumir as presidências das Comissões, Galdino aguarda as escolhas das legendas. “Não sabemos quem será os presidentes. Estou esperando os partidos indicarem, eu só encaminho para a Mesa Diretora”.

A escolha de Adriano se deu através dos deputados do Partido Socialista Brasileiro, Ricardo Barbosa e Jeová Campos, que se articularam com os dez partidos da base aliada, PSB, PT, PTB, PDT, PEN, PP, PROS, PSL, PR e uma parte do PMDB,   para que seu nome fosse o indicado ao cargo.

Ricardo exonera comissionados e faz mudanças em comandos da PM e de presídios; veja altrerações

O governador Ricardo Coutinho exonerou vários servidores de cargos comissionados e fez mudanças nos comandos da Polícia Militar e em presídios de várias cidades do estado. As decisões do governador foram publicadas na edição desta quinta-feira (2) do Diário Oficial do Estado.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Em João Pessoa, o tenente-coronel Sena assume o comando do 1º Batalhão (responsável pela Zona Norte) no lugar do tenente-coronel Lamarck. A vaga deixada por Sena no 5º Batalhão (Zona Sul) fica com o tenente-coronel Valério. Já Lamarck vai para o 3º Batalhão, em Campina Grande, posto que antes era do major Gilberto, agora remanejado para o 4º Batalhão em Guarabira.

Do 7º Batalhão, que fica em Santa Rita, sai o coronel Júlio César e entra o tenente-coronel Campos. A vaga deixada por Campos no 3º Batalhão, em Patos, será assumida pelo major Douglas, que era do 12º Batalhão, em Catolé do Rocha, e será substituído pelo major Guimarães, antes subcomandante do 14º Batalhão, que fica em Sousa.

O tenente-coronel Cunha, antes responsável pelo 6º Batalhão em Cajazeiras, e o major Guedes, do 13º em Itaporanga, trocaram de postos entre si.

Em Boqueirão, a capitã Luciana sai do comando da 3ª Companhia Independente. No lugar dela, entra o capitão Figueiredo, que estava no comando do Choque em Campina Grande.

Do Batalhão Ambiental, sai o major Tibério e entra o major Lucas, que antes coordenava a assessoria de imprensa da Polícia Militar.

Sistema Penitenciário

Ricardo Coutinho também fez mudanças na direção dos presídios. Carolina Ligia Melo Coutinho foi exonerada da direção adjunta da Penitenciária Desembargador Francisco Espínola, em João Pessoa, cargo que agora será de Claudemir Sousa Pontes.

Marcos Aurelio Henrique da Costa sai da chefia de segurança e disciplina da Penitenciária João Bosco Carneiro, em Guarabira. Auceny Gonçalves Beserra assume a vaga.

Da Penitenciária Padrão Regional de Campina Grande foram exonerados Tiago de Oliveira Melo (então diretor adjunto) e Giuseppe Fontanella Cícero de Carvalo (então chefe de segurança e disciplina). Giuseppe ficou com o cargo de Tiago e foi substituído em sua antiga função por João Victor de Vasconcelos Araújo.

Da Penitenciária Regional de Patos, saem os agora ex-diretor adjunto e ex-chefe de segurança e disciplina, Diego Medeiros e Geovani Carlos Martins Costa. Charles Martins de Souza e Messias Silva de Oliveira assumem as vagas. 

Cássio Cunha Lima é referendado pela bancada do PSDB para a vice-presidência do Senado

O nome do senador Cássio Cunha Lima foi referendado por seu partido, o PSDB, para a vice-presidência do Senado. A escolha do paraibano ocorreu durante reunião ocorrida na tarde desta quarta-feira (01).

Hoje, o Senado inicia o processo de escolha da nova Mesa Diretora da Casa. Os candidatos podem se inscrever para concorrer ao cargo até as 16h, horário previsto para o início da sessão parlamentar.

Cássio já havia adiantado que, caso seu nome fosse escolhido, a vice-presidência do Senado seria um espaço da Paraíba.

“Será um espaço da Paraíba, onde ela poderá ser bem respeitada, minha gestão tem esse foco de ser uma voz da Paraíba e ser respeitada pelo Brasil”, disse o tucano.

MaisPB

Luiza Erundina registra candidatura à presidência da Câmara dos Deputados

A deputada paraibana Luiza Erundina (PSOL-SP) registrou nesta quarta (1º) sua candidatura para disputar a presidência da Câmara dos Deputados. Em seu quarto mandato como deputada federal, Erundina é a terceira a registrar candidatura ao cargo, após Jovair Arantes (PTB-GO) e André Figueiredo (PDT-CE).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Entre os pontos defendidos por Erundina como plataforma eleitoral estão a votação de uma reforma política e a valorização do papel ético-político da Câmara dos Deputados. Erundina também disse que pretende enfatizar a função fiscalizadora da Câmara e torná-la uma "usina de políticas públicas".

Além de Erundina, a expectativa é que o atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), registre nesta quarta-feira a sua candidatura. Nessa terça (31), Maia, que até então não havia declarado oficialmente se concorreria ao pleito, anunciou a candidatura. Também é aguardado o registro da candidatura dos deputados Júlio Delgado (PSB-MG) e de Rogério Rosso (PSD-DF).

Gervásio fala do pai e enaltece administração de Ricardo Coutinho

O deputado Gervásio Maia (PSB) tomou posse nesta quarta-feira (1º) com presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para o biênio 2017/2018. Emocionado, o socialista lembrou do pai, que tem o mesmo nome dele e falou da família. Segundo o Correio Online, lembrou que o antecessor, Adriano Galdino, do mesmo partido, foi extremamente correto enquanto esteve à frente da Casa e deu todo apoio ao cumprimento do Regimento Interno teceu comentários sobre a administração do governador Ricardo Coutinho.

Leia também: Gervásio tem reunião secreta com deputados antes de assumir na ALPB


“Sempre falei de forma improvisada, mas nesse instante que ocupo o cargo já ocupado pelo meu pai é cheio de emoções que lembro da minha trajetória. Cresci em ambiente político e conheci as necessidades do nosso Estado. Nesse ambiente aprendi que a política não pode ser meio de vida, mas instrumento adequado para promover as mudanças que o povo necessita. Hoje no meu quarto mandato tenho certeza que conheço razoavelmente a casa Epitácio pessoa”, declarou Gervásio Maia.

Ele também lembrou de quando entrou no PSB, partido do governador Ricardo Coutinho. “Quando ingressei no PSB sabia que estava entrando em uma legenda que estava fazendo o novo. Me sinto como se estivesse uma vida inteira dentro do partido, pelo novo cenário político que se instalou na Paraíba, porque o nosso povo não aceitará jamais o retrocesso. Para isso, podem ter certeza que estaremos unidos e se necessário for combatendo o bom combate, pois esse bom combate é bom. Combate para democracia e para um futuro melhor”, comentou o socialista.

Ele continuou falando sobre o futuro do Estado. “Nossos filhos e netos não merecem que a Paraíba volte ao passado. Foi acompanhado o trabalho do meu pai, então secretário de finanças de João pessoa, que reconheço as virtuosas práticas administrativas de Ricardo. Hoje vivenciamos a grave crise financeira que se soma e vem potencializar a maior crise hídrica do século. A maior vivida por nossas gerações”, ressaltou Gervásio Maia.

O deputado comparou a administração da Paraíba a de Estados de outras regiões do país. “Assistimos na imprensa a Estados ricos que recebem sempre a maior fatia do bolo financeiro do nosso país vem atrasando o pagamento dos servidores públicos e não conseguem honrar seus compromissos mais básicos. Na Paraíba o que vemos é um verdadeiro canteiro de obras. Aumento de leitos hospitalares, construindo estradas e o Hospital Metropolitano de Santa Rita”, destacou.

ALPB perto do povo

Por fim, Gervásio Maia externou o desejo de aproximar a ALPB da população. “Vamos abrir a Assembleia, porque a Casa que é do povo deve estar cada vez mais próxima do cidadão. É nossa obrigação honrar os votos recebidos e manter o contato com o povo paraibano indistintamente. Meu avô me disse que a política é a arte de servir a coletividade. Não podemos esquecer que está Casa existe para mais de quatro milhões de paraibanos e nossos interesses não podem jamais ser maiores que os interesses do povo”, arrematou o novo presidente da ALPB.

Ricardo Coutinho

O governador Ricardo Coutinho (PSB) declarou que o que o país mais precisa é de estabilidade. Par o socialista, a crise que o Brasil atravessa na atualidade vem da instabilidade entre os Poderes e que enquanto Adriano Galdino esteve à frente da ALPB, ele consegui manter a estabilidade ente dos poderes conduzindo a Casa de forma extremamente positiva.

Com relação ao mandato de Gervásio, previu que o deputado fará história à frente do Legislativo. “Participei e torci muito pela eleição de Galdino e de Gervásio. Tive a honra de participar e conviver muito com seu pai Gervásio Maia. Fomos adversários em um determinado momento tivemos bons momentos de disputa dentro do plenário, mas essas disputas serviram pra construir uma relação de respeito porque as pessoas que são corretas e verdadeiras têm que ser respeitadas, você concordando ou discordando dela”, afirmou Ricardo Coutinho.

Por fim, afirmou que política só pode ser feita com uma face e com um lado. “Você pode até agregar valores, mas é fundamental que se tenha um único caminho porque aliados e adversários lhe respeitam”, arrematou Ricardo Coutinho.

Adriano Galdino


O ex-presidente ALPB, Adriano Galdino (PSB), disse durante a solenidade que a Casa estará em boas mãos a partir de agora. Durante do discurso, agradeceu a todos pelo apoio que recebeu no período que esteve à frente da ALPB.

Galdino também agradeceu ao governador pelas duas vezes que assumiu o governo do Estado. “Aprendemos muito como político e como pessoa. Sem falar que assumimos o governo em uma experiência única. Procuramos manter harmonia entre os três poderes que precisamos para o desenvolvimento da Paraíba. Esse laço de deu com respeito bem diferente de um passado que a Assembleia não dialogava”, declarou Galdino.

Produção Legislativa

Adriano Galdino aproveitou a oportunidade para prestar contas da produção legislativa. “Foram dois anos de muito trabalho, mas que valeram à pena. Posso dizer com muito orgulho que o filho do povo chegou onde não imaginava. Nossa produção legislativa subiu mais de 100℅. Na nossa gestão foram 8,5 mil proposituras. Pela primeira vez todas as emendas do orçamento foram aprovadas”.

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 181 visitantes e Nenhum membro online