OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

POLÍTICA

Presidente da ALPB descarta disputar Senado no lugar de Ricardo Coutinho

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia, falou sobre a decisão do governador Ricardo Coutinho em se manter no cargo até o final do mandato e não concorrer a uma vaga no Senado.

Diante da não disputa de Ricardo ao Senado, o nome do deputado estaria sendo lembrado para concorrer ao cargo, mas, segundo ele, esta não seria sua ambição.

Acompanhe sessão para votar denúncia contra Temer - image  on https://paraibaonline.com.br

Foto: Paraibaonline

– Acho que já cheguei tão distante na vida política, mas meu estímulo é que esse projeto continue. Não tenho outra ambição que não esta. As composições para 2018 são quem devem dar as formas e fortalecer o projeto com todos os partidos da base. Eu não coloco meu nome à disposição para ser senador da República. Eu prefiro abraçar e fazer com que o projeto de 2018 se fortaleça cada vez mais e tenhamos nomes que agreguem força nas chapas majoritária e proporcional – disse.

Com relação ao nome do secretário de infraestrutura para a disputa ao governo do Estado, Gervásio disse ser este um nome forte, já que João Azevedo está no projeto desde quando Ricardo Coutinho era prefeito de João Pessoa.

Segundo Maia, por esta razão Azevedo tem deixado uma grande marca nas obras e realizações do governo do PSB.

*Informações da Rádio Correio FM.

Em sessão que debateu a Transposição deputado lembra importância dos cuidados que antecedem a chegada das águas

A expectativa para a chegada das águas da Transposição no sertão paraibano, em função do colapso de vários mananciais e de seguidos anos de seca, é muito grande. Com a conclusão das Obras do Eixo Norte, retomadas recentemente após um período de paralisação de quase um ano, as águas do velo Chico devem chegar à região sertaneja da Paraíba no inicio de 2018. E foi para debater a segurança hídrica que isso vai proporcionar e como se pode melhor utilizar essa água, que a Câmara Municipal de Cajazeiras promoveu, neste domingo (30), uma sessão extraordinário e itinerante com representantes de comunidades rurais do município. A propositura foi do vereador Rivelino Martins (PSB).

O deputado estadual Jeova Campos, que é um dos parlamentares mais atuantes da ALPB em relação a questões hídricas, participou da sessão e reiterou a importância do debate. “As águas chegarão, sem dúvida alguma, mas precisamos estar preparados para o uso racional e eficaz desta água que vem de tão longe e precisou de grandes investimentos e obras para chegar até aqui”, destacou o parlamentar. Para Jeová, outras questões como a recuperação do Rio Piranhas, a construção de uma cultura nova de não jogar lixo e esgoto no rio, o uso racional da água são questões que precisam ser bem trabalhadas antes da chegada das águas no ano que vem”, argumentou Jeová, elogiando a iniciativa da Câmara de realizar esse debate.

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado Gervásio Maia Filho, também prestigiou a sessão itinerante. “Aqui nós estamos debatendo a necessidade das pessoas, discutindo de que forma o sertão da Paraíba pode se preparar para a chegada das águas do Rio São Francisco da melhor forma possível. É um debate importante que precisa estar na agenda de todos os políticos, independente de siglas partidárias”, afirmou Gervásio Maia.

 

Assembleia Legislativa retoma atividades na terça-feira após recesso

A Assembleia Legislativa da Paraíba retorna as atividades na terça-feira (1º), após o recesso regimental da Casa. O semestre terá novidades na estrutura e no funcionamento. O retorno inicia com uma série de mudanças realizadas pela Mesa Diretora - que completa seis meses de atuação - além de alterações na liderança da bancada de oposição e da posse de novos suplentes. Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

A primeira sessão ordinária deve ser realizada por debates entre os deputados e não deverá ter votação de matérias. Os trabalhos iniciam com novidades na estrutura física da Casa, que vai beneficiar principalmente os servidores, de acordo com o presidente Gervásio Maia (PSB). Os parlamentares tiveram pouco mais de 30 dias de férias e retornam com mudanças na estrutura física e algumas modificações no formato das bancadas de oposição e situação. 

No primeiro dia de sessão, o novo estacionamento destinado ao Poder Legislativo já vai estar em funcionamento para atender as necessidades da Casa. 

O presidente Gervásio Maia explicou que a conquista vai resolver os problemas de infraestrutura e mobilidade e garantirá o conforto dos deputados e servidores. “As mudanças com o deslocamento do estacionamento do prédio permitirá a ampliação do plenário e outras estruturas do Legislativo”, disse.

O socialista confirmou ainda, que já no dia 9 de agosto os funcionários que trabalham nos anexos da Assembleia Legislativa devem se mudar para o novo Centro Administrativo do Poder Legislativo, que vai funcionar no espaço ocupado pelo antigo Paraíba Palace, no Centro de João Pessoa. Seis anexos serão transferidos para o local próximo a sede principal. 

O presidente alegou que, além da economia, a concentração da maior parte dos setores em um único local possibilitará maior conforto para os servidores e mais agilidade nos serviços prestados à população. A iniciativa também pretende agregar valor ao Centro Histórico da cidade. A finalidade é que na sede principal do Legislativo funcionem apenas os gabinetes dos deputados e o cerimonial, além da presidência. Serão transferidas para o prédio setores de Finanças, Licitação, Procuradoria, Procon, Engenharia, Recursos Humanos, além da secretária da Mesa Diretora. O setor médico, que atualmente funciona no bairro de Jaguaribe, vai funcionar no prédio atual da Procuradoria, na Rua das Trincheiras.

Gervásio Maia participa de encontro do PSB e destaca as ações do governo no Sertão da Paraíba. FOTOS!

Por Luzia de Sousa

30/07/2017 às 10h34

 Evento no Sertão da Paraíba, do PSB

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Gervásio Maia (PSB) participou do encontro regional do partido, realizado neste sábado (29), na cidade de Patos. Na ocasião, o chefe do legislativo ressaltou as obras do governo no Sertão paraibano.

“O trabalho realizado pela gestão do PSB mudou a cara deste estado. Hoje, ninguém mais vive no isolamento, foram mais de dois mil quilômetros de asfalto interligando cidades que há décadas esperavam o desenvolvimento. Só um governo comprometido com o povo tem o cuidado de olhar para todas as cidades, todas as regiões e foi isso que o governador Ricardo Coutinho fez na Paraíba”, destacou Gervásio.

Já o governador Ricardo Coutinho ressaltou as obras complementares realizadas pelo Governo do Estado para a recepção das águas do Rio São Francisco.

“Nós somos o Estado com a melhor distribuição das águas do rio São Francisco. Estamos vivendo um momento histórico na Paraíba e em um momento mais difícil para o país. Precisamos dar as mãos para que nós consigamos ter uma grande vitória no próximo ano. Vitória do povo, vitória da realização de grandes obras, vitória do desenvolvimento, vitória da dignidade da política”, ressaltou Ricardo.

Também participaram do encontro, o secretário de Estado dos Recursos Hídricos e Meio Ambiente, João Azevedo; o presidente estadual do PSB, Edvaldo Rosas; os deputados Buba Germano, Antônio Mineral, Nabor Wanderley entre outras lideranças políticas e prefeitos da região.

Assessoria

Novo modelo de Educação trará economia de 22 milhões à Paraíba

O conselheiro Arthur Cunha Lima, relator do processo de inspeção especial de licitações e contratos da Secretaria de Educação do Estado, negou pedido cautelar do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Paraíba (Sintep-PB) para suspender o processo de seleção pública de Organizações Sociais (OSs) para atuar nas escolas da rede estadual. Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O relator alegou, em sua decisão, que os itens apontados como prejudiciais foram revistos pelo Governo do Estado, além disso, que levou em consideração ao princípio da economicidade para fundamentar para manutenção do processo. 

O conselheiro ressaltou ainda, a expectativa de possível economia para o Estado de R$ 22,8 milhões com a implantação na fase inicial e de R$ 29 milhões na fase final, com base em um estudo abrangente e minucioso acerca da viabilidade operacional e econômica do objetivo almejado com a seleção pública deflagrada por meio do edital 001/2017 da concorrência pública, cujas propostas já foram apresentadas terça-feira (18) à Secretaria da Administração e já encaminhadas para análise na Secretaria de Educação, mas ainda sem data definida para início das atividades. 

Diferente do Sindicato, o presidente da Associação dos Professores em Licenciatura Plena do Estado da Paraíba (APLP), Bartolomeu Pontes, não engrossou as críticas projeto de modernização de gestão que o governo da Paraíba pretende realizar nas escolas estaduais. De acordo com o dirigente da associação a contratação de Organização Social para gerenciar não vai atingir a categoria. Essa opção feita pelo governo não vai atingir os nossos professores, porque a ideia é apenas a contratação de trabalhadores da atividade meio, e não da atividade fim. Então não temos nada contra a proposta”, afirmou. Apesar disso, ele pareceu preocupado com o futuro do setor diante dessa situação. “Só esperamos que no futuro isso não venha a chegar aos professores”, explicou Bartolomeu.

Benefício aos trabalhadores

O governador Ricardo Coutinho afirmou que a gestão pactuada promovida pelo Governo do Estado para serviços de apoio nas escolas públicas vai beneficiar milhares de trabalhadores do setor e melhorar a gestão dos equipamentos. Em seu programa semanal ‘Fala Governador’, ele ressaltou que não se trata de terceirização e muito menos de privatização, mas de uma medida positiva que vai resolver dois problemas, um deles é a regularização dos prestadores de serviços, e o outro e o da manutenção das escolas. “Uma bobagem enorme falar em privatização da educação. Confirmam na prática que não tem o que dizer do governo, aí ficam inventando mentiras. O que existe é mais uma ação positiva do Estado para resolver dois problemas: o dos prestadores de serviço, que existe há 30 anos, e não fui eu quem criou; e o da manutenção das escolas”, comentou. 

De acordo com Ricardo Coutinho, quando assumiu o Governo do Estado, em janeiro de 2011 herdou a herança de 36 mil servidores contratos de forma irregular e hoje tem 17 mil. “Quero dar o direito para eles se regularizarem. Quando assumi o governo tinha 36 mil pessoas nesta situação, contratadas sem nenhum direito inerente ao trabalhador, há mais de 30 anos sem carteira assinada. O Tribunal de Contas diz que essa situação é ilegal e eu quero regularizar, dando direito aos trabalhadores de apoio”, declarou.

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 37 visitantes e Nenhum membro online