OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

POLÍTICA

“Parte do PMDB é Governo”, diz Gervásio

 
13/09/2017 às 11h55 atualizado em 13/09/2017 às 12h59

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Gervásio Maia (PSB), considerou, na manhã desta quarta-feira (13), importante uma aliança dentre PMDB e PSB para disputar o Governo do Estado para as eleições 2018.

Gervásio Maia  lembra que uma parte do seu ex-partido já faz parte base do governador Ricardo Coutinho.

“Uma ala forte do PMDB já vem na aliança com o PSB desde 2014 quando foi celebrada uma aliança. Tenho dificuldade de falar da realidade de outros partidos mas é claro que é importante”, afirmou.

O socialista também defendeu o nome de João Azevêdo para disputar o Governo do Estado e disse que o secretário tem todas as condições de encabeçar a chapa majoritária.

“João é uma pessoa que tem um conhecimento muito profundo de administração pública. Tenho certeza que ele tem todas as condições de continuar em um projeto”, finalizou.

Roberto Targino e Bruno Lira – MaisPB

‘Lula estará de cabeça erguida’, diz Frei sobre depoimento do petista

Deputado Frei Anastácio (Foto: Bruno Lira)

Defensores do ex-presidente Lula (PT) têm uma expectativa positiva para o depoimento do petista ao juiz federal Sérgio Moro, que ocorre na tarde desta quarta-feira (13) em Curitiba.

Em entrevista com ao Portal MaisPB, o deputado estadual Frei Anastácio (PT) mostrou-se confiante. “Lula vai estar de cabeça erguida diante de Sérgio Moro e vai se defender de que não deve nada a ninguém”, afirmou o petista.

Frei Anastácio defende que o ex-presidente foi a maior liderança a favor do povo que já houve no Brasil. “Foi quem mudou a política brasileira, foi quem fez o povo ter duas refeições por dia, quem trouxe escolas técnicas para população, abriu universidades”, garante o Frei. “Lula é aquele que deu dignidade ao povo brasileiro, principalmente aos pobres”, continua.

Pela segunda vez sendo interrogado na condição de réu no processo da Lava Jato, Lula vai prestar depoimento sobre um suposto pagamento de propina por parte da construtora Odebrecht. Segundo a denúncia, a empresa comprou um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula. MaisPB

PSB é a legenda que oferece mais espaços para aliados, diz Rosas

“Quem oferece aos vários partidos a possibilidade mais ampla de participação na majoritária é o PSB”. A declaração é do presidente estadual da legenda, na Paraíba, Edvaldo Rosas, ao enumerar, durante entrevista nesta quarta-feira (13), os benefícios de o PMDB, de José Maranhão, se integrar ao projeto socialista no Estado com vistas às eleições de 2018.

O dirigente lembrou, todavia, que a discussão em torno da cabeça da chapa, para suceder o governador Ricardo Coutinho, não entra no leque de espaços a serem oferecidos. Rosas disse que o partido é quem está no governo no momento, sendo a gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB) e, portanto, legítima para pleitear a manutenção no posto.

“É importante avaliar que quem está no governo do Estado no momento é o PSB. O PSB com Ricardo Coutinho vem fazendo um excelente trabalho em várias áreas, um dos governantes melhor avaliado do Brasil e é justo que o partido vá discutir como prioridade colocar um nome de seus quadros na cabeça de chapa, e o nome que estamos discutindo internamente é o de João Azevêdo e quem oferece aos vários partidos a possibilidade mais ampla de participação na majoritária é o PSB”, ressaltou. Segundo Rosas, os espaços disponibilizados para os partidos que integram o arco de alianças são a vice, duas vagas para o Senado Federal além de duas suplências para o Senado.

“Temos duas vagas de senador, duas vagas de suplente, uma vaga de vice, para uma composição encabeçada pelo partido. Então eu vejo com muita tranquilidade que a nossa chapa tem espaços bastantes fortalecidos para o PMDB está junto conosco em 2018, como o DEM, o PDT, o PR, o PTB, o PT, nós estamos na discussão com eles para 2018, então a participação do PMDB sairá bastante fortalecida na chapa majoritária em 2018”, arrematou.




PB Agora

 

 

 

 

Manoel Júnior assume PMJP pela terceira vez

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), assume o comando da Capital na manhã desta segunda-feira (04) por conta da viagem que o prefeito Luciano Cartaxo (PSD) fará aos Estados Unidos.

A passagem do cargo vai acontecer no Centro Administrativo, em Água Fria. Logo em seguida, será assinada a ordem de serviço para a construção da Casa Mãe Bebê.

Luciano Cartaxo lidera uma missão técnica ao BID como última etapa de preparação do convênio de U$ 100 milhões para o desenvolvimento do programa ‘João Pessoa, Cidade Sustentável’, um plano de ação desenvolvido pela Prefeitura Municipal de João Pessoa para os próximos 30 anos. A programação da viagem de trabalho, que inclui reunião com a diretoria da instituição, acontece entre esta terça-feira (5) e a quinta-feira (7).

“É muito importante a presença nesta missão técnica porque João Pessoa está prestes a finalizar todo este longo processo que nos permitirá desenvolver este programa. É um grupo seleto de municípios com capacidade para participar do programa Cidades Sustentáveis, do BID, e João Pessoa sai na frente com todas as etapas já cumpridas. Este é um legado de gestão e planejamento para 30 anos, que queremos deixar para as próximas gerações”, afirmou Luciano Cartaxo.

O prefeito também destacou a tranquilidade de poder se ausentar para cumprir a agenda internacional e deixar a PMJP sob os cuidados de Manoel Junior. “Ele tem sido um vice muito atuante, que participa não apenas das solenidades, mas da construção do Governo, sugerindo políticas públicas para melhorar a qualidade de vida de nossa população. Esta é a terceira vez que ele assume interinamente a Prefeitura e tem exercido este trabalho com muita dedicação”, declarou Luciano, enfatizando os compromissos com o futuro da cidade e as transformações na vida das pessoas, assumidos por seu partido, o PSD, e o PMDB, do vice-prefeito.

MaisPB

Wilson Filho alega problemas em conexão de voo para faltar votação em Brasília

O deputado federal, Wilson Filho (PTB-PB), disse, por meio de nota enviada à imprensa, que problemas na conexão do voo que o levava dos Estados Unidos para o Brasil o impediram de participar da votação que decidiu pelo arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer, ocorrida na Câmara dos Deputados nessa quarta-feira (2). Comente no fim da matéria.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Wilson Filho disse que estaria no país na manhã dessa quarta-feira para participar da sessão, que só ocorreria à tarde, mas em virtude da antecipação da votação aliada ao atraso em sua conexão não conseguiu voltar a tempo. O parlamentar desembarcou às 23h30.

O parlamentar lamentou o episódio e revelou que se tivesse votado acompanharia a orientação partidária que defendia o arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB).

 “Não há provas suficientes, juridicamente falando, que embase a abertura de investigação", arrematou.

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 65 visitantes e Nenhum membro online