OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

POLICIAL

Após policial ser lesionado, MP quer que PM recolha coletes balísticos

A Polícia Militar da Paraíba (PM-PB) deverá recolher, imediatamente, todos os coletes balísticos do lote 405012, da marca Inbraterrestre Indústria e Comércio de Materiais de Segurança Ltda., até que se comprove tecnicamente a qualidade e a proteção devida aos policiais militares que usam esse equipamento. Essa é a recomendação do Ministério Público da Paraíba (MPPB), por meio do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (Ncap).

A recomendação, expedida ao comandante-geral da PM paraibana, também solicita que sejam suspensas novas entregas do colete às unidades operacionais, até que seja concluída perícia requisitada no equipamento utilizado em combate por um policial militar que, ao ser atingido por um disparo de revólver calibre 38, teve todas as camadas de proteção do seu equipamento perfuradas pela munição, chegando a lesionar a vítima.

Esse fato ocorreu em João Pessoa na última segunda-feira (10) quando, por volta das 12h, logo após um assalto a um posto de combustíveis no Bairro do Castelo Branco, a Polícia Militar foi acionada e surpreendeu os assaltantes em fuga, havendo, a partir daí, uma troca de tiros. Um dos disparos atingiu um policial militar que usava o colete balístico para sua proteção individual.

“Embora seja fato certo que o colete balístico protegeu o policial, o que causou surpresa foi o fato de uma munição de calibre 38 ter conseguido perfurar as camadas de proteção do equipamento de segurança até atingir o corpo do seu usuário”, ressalta a promotora de Justiça Ana Maria França Cavalcante de Oliveira, coordenadora do Ncap, lembrando que as especificações técnicas dos coletes balísticos asseguram serem capazes de suportar disparos até de calibre 44.

Naturalmente, segundo a promotora, dependem das circunstâncias do evento. Porém, para determinar se houve falha na proteção, o Ncap recomendou a “prudência na distribuição desses coletes”, recomendando o recolhimento do lote do qual saiu o colete atingido e a suspensão de novas entregas desse lote. Para avaliar o fato, o Ncap também requisitou a realização de perícia no colete balístico utilizado pelo PM durante a ocorrência.

A empresa fabricante do artefato também está sendo notificada a apresentar relatório técnico circunstanciado sobre a capacidade de resistência balística do colete que fabrica e destina às forças policiais e de segurança, inclusive as especificações do lote remetido à Paraíba.

Por outro lado, a título de prevenção de novos incidentes, também foi solicitado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social e à Secretaria da Administração Penitenciária que informem se foram guarnecidas com coletes balísticos do lote 405012 da empresa Inbraterrestre Indústria e Comércio de Materiais de Segurança.

Da Redação

Grávida é raptada, agredida com chutes em matagal e tem olhos e boca colados

Um jovem de 21 anos que está no oitavo mês de gestação foi raptada, agredida com chutes e teve os olhos e boca colados com cola instantânea no bairro Belo Monte, na Zona Leste de Campina Grande, na tarde desta terça-feira (11). Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o capitão Faustino, coordenador do Centro Integrado de Operações da Polícia Militar de Campina Grande, a vítima estava perto da casa em que mora quando três homens que estariam em um veículo de cor prata teriam a rendido e a sequestrado para um matagal localizado no mesmo bairro, onde as agressões ocorreram. Não foi registrada violência sexual.

Moradores locais comunicaram o fato à polícia e a vítima, que não soube indicar quem seriam os suspeitos e quais seriam as motivações para o crime, foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência para o Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, onde se submeteu a procedimento para a retirada da cola. De acordo com a assessoria de imprensa da instituição de saúde, a jovem não teve a visão comprometida e passa bem, assim como o bebê, já tendo recebido alta hospitalar, mas terá que retornar à unidade nesta quarta-feira (12) para retirar o restante da cola que ainda ficou preso aos cílios.

O caso será investigado pela Polícia Civil. Até o fechamento desta matéria, nenhum suspeito do crime havia sido detido.

Mulher é achada morta a facadas dentro de casa, na PB; companheiro é suspeito

Uma mulher de 41 anos foi encontrada morta a golpes de faca, no início da manhã desta terça-feira (4), dentro de casa, no município de Juarez Távora, Agreste paraibano, a 100 quilômetros de João Pessoa. Comente no fim da matéria.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Segundo o destacamento da Polícia Militar em Juarez Távora, o irmão da vítima acionou os policiais após entrar na casa e encontrar a irmã desacordada com marcas de faca, em cima da cama.

Ainda segundo o destacamento da PM, o morte da mulher foi confirmada por uma equipe do Samu. Ao Portal Correio, o delegado do caso, Ivanildo Morais, afirmou que o principal suspeito do crime é um companheiro da vítima.

“Após constatada a morte da mulher, fomos acionados e quando chegamos ao local, nós confirmamos a hipótese inicial de homicídio. Temos como principal suspeito do crime um rapaz que estava mantendo um relacionamento com ela. No entanto, as motivações para o crime ainda são desconhecidas”, contou o delegado.

Até o fechamento desta matéria, o suspeito ainda não havia sido localizado.

Grave acidente deixa jovem sousense ferido na BR 230; vítima estava retornando do São João de Patos.

Por C. Campelo

22/06/2017 às 09h10 • atualizado em 22/06/2017 às 09h15

Carro saiu da pista e capotou várias vezes (foto: Diário do Sertão)

Um jovem de 23 anos ficou ferido em um acidente na BR 230 próximo ao Serrote do Tigre na saída da cidade de Aparecida para Pombal, no Sertão da Paraíba.

Testemunhas informaram que o condutor estava retornando da festa de São João da cidade de Patos com destino a sua residência na cidade de Sousa, mas durante o percurso, ele acabou perdendo o controle do volante em uma curva, o veículo saiu da pista e capotou várias vezes, ficando parcialmente destruído.

Carro saiu da pista e capotou várias vezes (foto: Diário do Sertão)

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e esteve no local. A vítima foi socorrida para o Hospital Regional de Sousa (HRS) onde ficou internado recebendo atendimento médico e não corre risco de morte.

Veja também: Divulgadas imagens do acidente na BR 230 que deixou uma pessoa morta

DIÁRIO DO SERTÃO

Empresários e motorista de alternativo são presos suspeitos de golpes contra idosos

Três pessoas suspeitas de participarem de uma quadrilha voltada para estelionato contra pessoas idosas foram presas na manhã desta terça-feira (20) na Operação Signa, deflagrada pela Polícia Civil. As prisões aconteceram nas cidades de Rio Tinto, Guarabira e Parnamirim, no Rio Grande do Norte.

Segundo o delegado Lucas Sá, da Delegacia de Defraudações e Falsificações em João Pessoa, a quadrilha investigada é especialista no ‘golpe da troca do cartão’. Veículos, armas de fogo e dezenas de cartões de vítimas foram apreendidos com os presos. A estimativa da polícia é de que a quadrilha atua a seis anos, contabilizando prejuízo superior a R$ 2 milhões.

O líder da quadrilha, um empresário de 39 anos, foi preso em Parnamirim. Ele possui antecedentes criminais por estelionato, porte ilegal de armas e organização criminosa. Outro empresário, primo do líder, foi preso em Rio Tinto. Ele tem 32 anos e já foi preso em vários estados por estelionato. Já em Guarabira, o suspeito é um motorista de transporte alternativo de 39 anos, que foi preso duas vezes também pelo crime de estelionato.

Até a publicação desta matéria, a Polícia Civil não tinha divulgado mais detalhes da operação.

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 38 visitantes e Nenhum membro online