OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

POLICIAL

Presidente da Câmara de Sapé morre após veículo colidir com caminhão na Paraíba

O presidente da Câmara de Sapé, Johni Rocha, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), após o seu veículo colidir com um caminhão na BR-230, próximo ao município de Santa Rita.

O caminhão de carga viva transportava galinhas e ia com destino a João Pessoa. O veículo seguia de João Pessoa para Campina Grande.

De acordo com as primeiras informações o acidente aconteceu as 4h da manhã, quando o caminhão pode ter feito uma manobra e interceptou o carro ao entrar na faixa. Com a colisão o caminhão arrastou o carro por alguns metros.

 

PRF apreende durante fiscalização 5 mil arribaçãs que eram levadas de São Bento para Natal

 

Dois homens foram autuados em flagrante e devem responder por crime ambiental após a apreensão de uma carga com cerca de 5 mil arribaçãs congeladas. As aves, que também são chamadas de avoantes (espécie de pomba campestre), estavam sendo transportadas em um carro. O veículo foi parado durante uma fiscalização na BR-304, em Macaíba, cidade da Grande Natal.



Os detidos disseram que a caça estava sendo levada de São Bento, na Paraíba, para a capital potiguar.




No Brasil, a caça da arribaçãs é crime ambiental, punido com multa de R$ 500 por unidade apreendida e possível pena de prisão.

Imagem do Cristo Crucificado e o Sacrário da Matriz de Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras foram quebrados por desconhecido nesta quarta-feira

 

Na tarde desta quarta-feira dia (19), a Imagem de Cristo crucificado e o Sacrário foram quebrados na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Cajazeiras, no sertão da Paraíba. De acordo com informações, as imagens foram quebradas durante a tarde e, de acordo com relatos, nada foi levado.


O padre Antônio Neto, vigário da Matriz, já compareceu na delegacia onde foi orientado não mexer no local para que a Perícia seja realizada no local na manhã desta quinta-feira.

Nem um suspeito ainda foi localizado.

Delegado diz que cajazeirense morto era investigado por estupro a menor e descarta assalto: “Executado”

 

 

O delegado Francisco Filho (Dr. Filho), em entrevista à imprensa local nessa terça-feira (18) falou sobre a morte do cajazeirense Damião Fernandes Duarte (Neném de Dadá), 46 anos, residente no Distrito de Aroeira município de Ipaumirim, Estado do Ceará.

O corpo do cajazeirense foi encontrado na noite dessa segunda-feira (17), às margens da PB 417, que liga a BR 230 a cidade de Bom Jesus, Sertão da Paraíba com marcas de tiros.

Dr. Filho descartou a hipótese de assalto e afirmou que se trata de um crime de execução.

”Ele foi executado pouco antes do local onde foi encontrado o corpo“, disse o delegado.

Segundo o delegado, Neném de Dadá era investigado por suposto estupro a menor de idade, porém ele ainda não tinha sido indiciado.

Doméstica é presa após estuprar garoto de 14 anos duas vezes

A empregada doméstica Elaine Cristina dos Anjos Barros, de 34 anos, foi localizada e presa em Santos, no litoral de São Paulo, após ter sido condenada por estuprar um adolescente, que na época do crime tinha apenas 14 anos. Segundo a polícia, a vítima foi violentada ao menos duas vezes pela agressora.

O crime ocorreu em 2012, mas Elaine era procurada desde novembro de 2017, após ser condenada a oito anos de prisão em regime semiaberto. Uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais da cidade a localizou na noite desta segunda-feira (19), na casa onde vivia, no Morro São Bento.

Segundo informações da Polícia, na época do crime, a vítima era estudante e morava em uma casa vizinha à da empregada, então com 28 anos. Em depoimento, ele afirmou que por duas vezes esteve na residência de Elaine, em um intervalo de duas semanas, quando ocorreram os abusos.

Foi a mãe do estudante quem o acompanhou, após o ocorrido, até a Delegacia de Defesa da Mulher para relatar os fatos. O jovem disse que, na primeira visita, Elaine levantou a blusa e pediu para ele tocá-la nos seios. Depois, ambos mantiveram relação sexual sem preservativo.

O caso foi encaminhado à Justiça, que entendeu pela condenação da empregada doméstica. No segundo semestre de 2017, o Tribunal de Justiça confirmou a decisão já estabelecida pela 4ª Vara Civil de Santos, determinando a prisão de Elaine, que acabou localizada quatro meses depois.

A empregada doméstica foi encaminhada à DIG para prestar depoimento, e em seguida levada para a Cadeia Pública Feminina de São Vicente.

G1

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 188 visitantes e Nenhum membro online