OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

PARAÍBA

Seca compromete 70% dos açudes da PB e cidade tem água até esta quarta

A estiagem continua a castigar os municípios paraibanos, agora com o início da primavera, e com isso 71% dos açudes do estado estão em situação de observação ou crítica. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). A chegada da água do São Francisco ainda não resolveu grande parte dos problemas hídricos do estado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Conforme a Aesa, dos 127 açudes monitorados pela agência, 35 estão com capacidade superior a 20%; 40 estão em situação de observação, com capacidade entre 20% e 6%; e 50 (entre eles 15 totalmente secos) estão em situação crítica, com capacidade menor que 5%. Apenas dois açudes estão sangrando: o Olho d’água, que fica em Mari; e São José II, que fica em Monteiro.

Um dos municípios que sofre com sérios problemas de estiagem é Emas, no Sertão paraibano, a 380 quilômetros de João Pessoa, onde o abastecimento de água só está garantido até esta quarta-feira (18).



Situação dos grandes açudes

Sobre os maiores mananciais do estado, que possuem mais de 100 milhões de metros cúbicos (m³) de capacidade, a situação é de emergência.

No açude de Acauã, em Itatuba, o manancial tem 5,12% ou 12,9 milhões de m³ do total de 253 milhões de m³. Em Cajazeiras, o açude Engenheiro Ávidos registra 4,19% ou 10,6 milhões de m³ do total de 255 milhões de m³.

O açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão (que abastece Campina Grande), tem 9,01% ou 37 milhões de m³ do total de 411,6 milhões de m³. Já no açude Mãe d’Água, em Coremas, o saldo é de 4,34% ou 24,6 milhões de m³ do total de 567,9 milhões de m³.

Maior manancial do estado, o açude Coremas, em Coremas, registra 6,17% ou 36,4 milhões de m³ do total de 591 milhões de m³.

  

Movimento do Sem Terra ocupa sede do Ministério da Fazenda em JP; Epitácio é interditada parcialmente

Dezenas de integrantes do Movimento Sem Terra ocupam, desde as primeiras horas desta terça-feira (17), a sede do Ministério da Fazenda, localizado na Avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa. Eles estão denunciando os ataques aos trabalhadores rurais, com o corte no orçamento destinado para a Reforma Agrária e agricultura familiar e camponesa, e exigindo o descontigenciamento do recurso para o ano de 2017 e a recomposição do orçamento para o próximo ano.

Organizados na Comissão Pastoral da Terra (CPT), no Movimento de Libertação dos Sem Terra (MLST), no Movimento Via do Trabalho (MVT) e no MST, os trabalhadores e trabalhadoras rurais vindos de todas as regiões do estado, se somam à Jornada Nacional do Campo em Defesa da Reforma Agrária. Segundo Eva Maria, uma das Coordenadoras do Movimento, a manifestação é pacífica

“Desde ontem estamos em uma jornada unitária para pressionar o governo federal a ter como prioridade um orçamento voltado para a política agrária. O atual projeto de 2018 corta de forma absurda essas políticas públicas. Por isso estamos ocupando todos os ministérios no Brasil para pautar uma audiência em Brasília”, disse. O sentido Praia/Centro está parcialmente interditado.

“A reforma agrária não é só uma luta do campo, mas de todo o povo”, falou.

 

PB Agora

Começa seleção profissional para travestis, homens e mulheres trans em João Pessoa

O programa Transcidadania-JP, da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) está recrutando travestis e homens e mulheres trans para postos de trabalho no mercado formal. As colocações são para trabalhar em empresas parcerias do programa. Exige-se, para os cargos, nível médio completo e há ofertas para postos de atendente e operador de telemarketing. O processo de seleção esta aberto durante todo o mês de outubro.

Leia mais notícias no Portal Correio

Os interessados deverão encaminhar os currículos para o endereço eletrônico da Coordenadoria de Promoção da Cidadania LGBT e da Igualdade Racial: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. . Caso os interessados tenham dúvidas sobre o recrutamento, bem como vagas disponíveis, também poderão entrar em contato com a secretaria através do telefone 3218-9246.

O programa Transcidadania JP vem se firmando como importante política para promover inclusão e cidadania da população trans da Capital. Atua, sobretudo, desenvolvendo ações de empregabilidade e habitação, o que vem ganhando reconhecimento da sociedade e destaque na mídia fora da Paraíba. A prioridade deste recrutamento e seleção é para pessoas travestis e homens e mulheres trans. No entanto, caso haja vagas remanescentes, o programa irá oferecer vagas a gays, lésbicas e bissexuais em situação de vulnerabilidade.

O programa 

O Transcidadania JP reúne 10 secretarias que fazem parte de um comitê gestor para colocar as ações em prática. As reuniões acontecem a cada dois meses. O centro de cidadania LGBT funciona no Parque da Lagoa, de segunda a sexta feira, das 8h às 14h. 

O centro funciona com uma equipe multiprofissional, contando com assistente social, psicóloga e assessoria jurídica, além de serviços de habitação, empregabilidade, cursos profissionalizantes, direitos humanos e praticas complementares da saúde, através de uma parceria com o Equilíbrio do Ser.

Lira diz que PMDB não vai participar de manobras para deixar votação secreta no caso Aécio, previsto para esta 3ª

O senador paraibano líder do PMDB, Raimundo Lira, afirmou que o partido não irá participar de manobras para que a votação na análise da ordem de afastamento do mandato e recolhimento noturno imposta ao senador Aécio Neves (PSDB) seja secreta. Em entrevista ao grupo Globo nesta sexta-feira (13), Lira ressaltou o posicionamento do partido.

“O artigo 291 do regimento aprovado em 1970 definia que é secreta, mas a Constituição de 1988 foi muito clara: votação secreta exclusivamente para escolha de autoridades, portanto, eu entendo que essa questão é totalmente superada. Será aberta”, disse. Estima-se que uma votação fechada do caso de Aécio Neves poderia favorecer o parlamentar.

Aécio foi afastado do mandato parlamentar por determinação da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Com base nas delações de executivos da J&F, o senador afastado é acusado pela PGR de ter cometido os crimes de obstrução de Justiça e corrupção passiva. Aécio, porém, nega as acusações e se diz "vítima de armação".

O STF decidiu nesta semana que medidas cautelares que afetem o exercício do mandato de parlamentares deve passar por análise da Câmara e do Senado. A votação do caso de Aécio está marcada para terça-feira (17).

Para que as restrições sejam derrubadas, é preciso que a maioria absoluta do plenário, pelo menos 41 senadores, vote contra a decisão da Primeira Turma.


Redação 

Bradesco vai disponibilizar 18 postos para abertura de contas dos servidores do Estado

O governador Ricardo Coutinho recebeu, nesta quinta-feira (5), na Granja Santana, Josué Augusto Pancini, vice-presidente do Banco Bradesco, que venceu a licitação para gerir a folha de pagamento do funcionalismo público estadual. Na ocasião, foram reafirmados os compromissos da instituição bancária com uma melhor prestação de serviços aos servidores estaduais. Participaram ainda do encontro a secretária da Administração, Livânia Farias; a secretária das Finanças, Amanda Rodrigues; além do diretor regional do Banco do Bradesco, Francisco Aquilino Pontes; e o diretor adjunto, Aurélio Guido Pagani.

Durante a conversa, Ricardo Coutinho destacou que todas as medidas deverão ser adotadas pela instituição bancária para que os servidores não tenham nenhum tipo de transtorno durante o período de transição. “É necessário que os serviços que deverão ser prestados ao servidor pelo Banco do Bradesco sejam melhores. Pela experiência da instituição, não tenho dúvidas de que serão”, disse.

Já a secretária da Administração, Livânia Farias, ressaltou que todas as providências estão sendo tomadas pela pasta em conjunto com o Banco do Bradesco para promover uma migração segura e melhorias na prestação dos serviços aos servidores estaduais. “Nessa visita do vice-presidente do Bradesco, foram dados mais detalhes de como a instituição vai prestar seus serviços aqui no Estado, mais especificamente aos servidores. Em breve, será apresentado um calendário, com mais detalhes de abertura de conta, entre outras informações”, explicou.

De acordo com o diretor regional do Banco do Bradesco, Francisco Aquilino Pontes, para dar mais comodidade aos servidores estaduais, o banco irá abrir mais agências e pelo menos 18 novos pontos de atendimento. “Além de um telefone que disponibilizaremos para tirar as dúvidas, também será disponibilizado um site com todas as agências, em que o servidor vai poder escolher onde quer ter a sua conta”, pontuou.

Além da comodidade na transição, outros benefícios serão oferecidos aos servidores estaduais. “Os servidores serão isentos na aquisição de cartão de crédito, por exemplo. Além disso, todos os serviços oferecidos pelo banco atual serão disponibilizados pelo Banco do Bradesco de forma bem mais em conta”, completou Francisco Aquilino.
Paralelamente à abertura de novos pontos de atendimento, serão abertas também novas agências, segundo a direção do Bradesco. Além de cidades, serão contemplados bairros como Mangabeira e Bessa.

Fonte: Secom-PB

///// PARAÍBA & BRASIL E MUNDO

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SIGA NAS REDES SOCIAIS

   

FALE PARA SEUS AMIGOS QUE ESTÁ OUVINDO A FMCIDADE

Na FM 104,9 Agora!

Temos 74 visitantes e Nenhum membro online