OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

Por Luzia de Sousa

02/05/2018 às 17h33

 

 

Dezenas de servidores em greve do Município de Patos estiveram nesta quarta-feira (02), realizando o protesto da “Panela Vazia”. O ato aconteceu na porta principal do Rodo Shopping Edvaldo Mota, Bairro Salgadinho, em Patos, Sertão da Paraíba.

+ OFICIAL: Safadão, Aviões, Jorge & Mateus são algumas das atrações do São João de Patos

No auditório máster do SEBRAE, o prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB) anunciava as principais atrações do São João 2018. Os servidores em greve protestam devido ao corte dos salários que foi determinado pelo gestor e causou revolta entre funcionários que aderiram ao movimento paredista e até os que não entraram em greve.

Carminha Soares, presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (SINFEMP), disse que o Protesto da Panela Vazia foi a forma encontrada para que os trabalhadores demonstrassem sua indignação diante do ato do prefeito cortar ponto dos grevistas. “A greve é legal! A ação do prefeito foi um ato covarde e que não podemos aceitar sem protestar. Existem companheiros que passaram mal diante dos descontos arbitrários”, destacou Carminha.

O Procurador do Município de Patos, Dr. Kaio Alves Coelho, disse que o desconto nos salários dos servidores em greve está respaldado em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

DIÁRIO DO SERTÃO com Patos Online

 

 

Dezenas de servidores em greve do Município de Patos estiveram nesta quarta-feira (02), realizando o protesto da “Panela Vazia”. O ato aconteceu na porta principal do Rodo Shopping Edvaldo Mota, Bairro Salgadinho, em Patos, Sertão da Paraíba.

+ OFICIAL: Safadão, Aviões, Jorge & Mateus são algumas das atrações do São João de Patos

No auditório máster do SEBRAE, o prefeito Dinaldinho Wanderley (PSDB) anunciava as principais atrações do São João 2018. Os servidores em greve protestam devido ao corte dos salários que foi determinado pelo gestor e causou revolta entre funcionários que aderiram ao movimento paredista e até os que não entraram em greve.

Carminha Soares, presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (SINFEMP), disse que o Protesto da Panela Vazia foi a forma encontrada para que os trabalhadores demonstrassem sua indignação diante do ato do prefeito cortar ponto dos grevistas. “A greve é legal! A ação do prefeito foi um ato covarde e que não podemos aceitar sem protestar. Existem companheiros que passaram mal diante dos descontos arbitrários”, destacou Carminha.

O Procurador do Município de Patos, Dr. Kaio Alves Coelho, disse que o desconto nos salários dos servidores em greve está respaldado em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

DIÁRIO DO SERTÃO com Patos Online

///// PARAÍBA & BRASIL E MUNDO

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 74 visitantes e Nenhum membro online