OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

NOTÍCIAS

SHOW DE PRÊMIOS - ALÔ DA SORTE

    Após vários sorteios ao longo deste ano (2018), o show de prêmios alô da sorte vai sortear nesse dia 22 de dezembro de 2018 ás 20 horas na AABB de Cajazeiras/PB, dois (2) carros, seis (6) motos sendo duas (2) bros e quatro (4) fan 125i, dez (10) rodadas de R$: 4.000,00 reais e 36 rodadas de R$: 500,00 reais para a cartela anterior e posterior. 

Não fiquem de fora, essa pode ser sua!

Adquira já seu passaporte. 

Para mais informações: (83) 3531-9698 / 99315-5391 / 99999-2479. 

Colisão entre duas motos provoca a morte de engenheiro, ex-secretário da prefeitura de Pombal

   O engenheiro civil e empresário Adeilton Melo da Silva (foto) morreu na noite desta quarta-feira (12), após colidir frontalmente com uma moto numa estrada de terra próximo a Pombal.

Adeilton retornava de uma localidade rural, também em uma moto, quando chocou-se com o outro veículo que ia no sentido contrário.

Ele ainda foi socorrido com vida para o hospital regional, mas faleceu minutos após.

Ele já foi secretário de infraestrutura no primeiro governo do atual prefeito Verissinho e era irmão do atual vereador Ailton Melo.

Era proprietário de uma empresa de materiais de construção, no bairro Vida Nova.

Adeilton era casado com Rita de Cássia França, com quem tinha um filho, mas ele deixa outros filhos do primeiro relacionamento.

A família ainda não informou detalhes sobre seu sepultamento.

POLLYANA LAMENTA MORTE:

Em publicação feita na noite desta quarta, a ex-prefeita e deputada eleita, Pollyana Dutra, lamentou o ocorrido com o empresário.

“Neste momento de dor, presto minha solidariedade ao vereador Ailton Melo e toda sua família Adonias e Esmero pelo falecimento precoce do seu irmão, o empresário Adeilton Melo”, publicou a parlamentar.

 

Deputado sai em defesa da sobrinha que denunciou agressão e tacha prefeito de Sousa de “cafajeste”

    O deputado Renato Gadelha (PSC) usou a tribuna da Câmara Legislativa nessa terça-feira (11), para defender a sobrinha, a advogada Myriam Gadelha, que denunciou o então namorado, o prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB) por agressão.

O tio de Myriam destacou que a jovem teve muita coragem e determinação ao denunciar a violência sofrida e disparou: “Com coragem e determinação expõe as mazelas deste envolvimento com um cafajeste contumaz”.

O parlamentar convocou deputadas para defender a classe e se incorporarem na luta pela integridade física das mulheres.

“Estela que se tornou líder na luta em defesa das mulheres que são agredidas fisicamente acredito que você tomará essa luta como sua também. Eu espero Estela, que você entre de corpo e alma defendendo Myriam que foi agredida de forma covarde e desumana”.

 

Representante da PRF e Prefeitura se reúnem e falam sobre polêmica construção do órgão em Sousa

       

O Inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), esteve na cidade de Sousa, sertão do estado para uma reunião com a Secretária de Planejamento e Desenvolvimento, onde falaram sobre o  cancelamento da licitação para construção da Unidade Operacional da PRF em Sousa.

Conforme a Secretária Larissa Abrantes, a construção do equipamento da PRF em Sousa segue todos os padrões e está centralizada em uma área que contempla diversos municípios: “A reunião foi proveitosa porque entendemos o que está acontecendo. Já dialoguei com o prefeito Fábio Tyrone, o mesmo vai agir acerca do assunto”, disse.

“O processo de construção do equipamento tem os projetos técnicos de viabilidade. Tem estudo técnico de engenharia. Foram levados em consideração a questão de concentração de acidentes, apreensão de animais”, explicou.

Ainda segundo o representante do órgão, próximo ao posto da PRF em Cajazeiras existem o de Icó e Milagres no estado do Ceará, que segundo ele estão próximos de Cajazeiras, e a cidade de Sousaé a mais adequada para essa construção.

Operação com cerca de 100 policiais é deflagrada para combater tráfico de drogas na Paraíba

Uma operação conjunta das Polícias Civil e Militar da Paraíba foi deflagrada nesta quarta-feira (12) para cumprir pelo menos 17 mandados de prisão de de busca e apreensão. A ação consiste na segunda etapa da Operação Anfíbio, que tem como objetivo combater o tráfico de drogas na região da Grande João Pessoa.

Sete suspeitos tinham sido presos até as 7h30 desta quarta, conforme informações repassadas pela Polícia Civil. Os presos e o material apreendido na ação foram encaminhados para a Central de Polícia, no bairro do Geisel, na zona sul da capital paraibana.

Ainda de acordo com com as polícias, ao menos 100 policiais civis e militares participaram desta operação na cidade de Santa Rita, onde se localizam os alvos dos mandados expedidos pela Justiça da Paraíba.

 

Após denúncias de crimes sexuais, o médium João de Deus aparece para trabalhar

Pela primeira vez depois das denúncias de crimes sexuais, o médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus, apareceu hoje (12), por volta das 9h30 na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, Goiás. Ele ficou pouco mais de 10 minutos no local e disse que “não tinha condições de trabalhar”. As primeiras informações sobre os abusos foram divulgadas há cinco dias.

A chegada do médium de 76 anos foi tumultuada. Jornalistas e admiradores o cercaram, na tentativa de ficar o mais perto possível do médium. Um grupo de pessoas vestidas de branco fez uma espécie de cordão de isolamento.

O escândalo sobre as acusações de crimes sexuais supostamente cometidos pelo médium goiano divide opiniões no município de aproximadamente 12 mil habitantes, a cerca de 100 quilômetros de Brasília. Na cidade, João de Deus fundou seu centro de atendimento em 1976.

“É fato que ele [João de Deus] é responsável pela geração de aproximadamente 1,2 mil vagas de trabalho no município”, reconheceu o prefeito José Diniz (PSD), ao declarar que as denúncias trazidas a público primeiramente pelo programa Conversa com Bial, da Rede Globo, e, depois, pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), chocaram a toda a cidade.  “Ficamos todos muito preocupados com a notícia”, acrescentou o prefeito, referindo-se aos potenciais prejuízos econômicos que o caso pode trazer à cidade.

De acordo com MP-GO, 206 mulheres relataram, até essa terça-feira, denúncias de abuso sexual contra o médium João de Deus. O Ministério Público de São Paulo criou uma força-tarefa com seis promotores e uma equipe de apoio para apurar as denúncias.

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 56 visitantes e Nenhum membro online