OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

CAJAZEIRAS

VÍDEO: Mãe denuncia falta de atendimento no HUJB e recepção vazia: “Bebezinha com 39 graus de febre”

Por Luzia de Sousa

14/06/2018 às 17h47 • atualizado em 14/06/2018 às 18h06

 

Um vídeo circula nas redes sociais e aplicativos de mensagens desde as primeiras horas desta quinta-feira (14), dando conta de suposta falta de profissionais para atender as crianças que chegaram durante a madrugada no Hospital Universitário Júlio Bandeira, em Cajazeiras.

No vídeo que teria sido gravado na recepção do HUJB mostra que o local está vazio, e três mães, sendo uma da cidade de Poço Dantas, outra da cidade de Poço José de Moura e outra de Cajazeirasaguardavam atendimento médico.

Uma mulher se dizendo ser da cidade de Poço José de Moura relatou no vídeo que tiveram que esperar por duas horas para o atendimento. “Uma bebezinha com 39 graus de febre aqui”, contou a denunciante.

VEJA A DENÚNCIA DA MÃE AQUI!

O outro lado
A superintendente do HUJB, a médica Mônica Paulino explicou que o hospital tem ferramentas para obter informações a respeito do ocorrido.

Mônica Paulino afirmou que o hospital tem equipe 24 horas para atender aos pacientes e alegou que o atendimento às crianças foi normal, pois houve uma demora de 2h30min para o atendimento que não era urgente. “O atendimento não urgente pode acontecer em média em até quatro horas”.

Vazia
Quanto a recepção não ter ninguém, a superintende disse que verificou nas câmeras de segurança, e que a recepcionista teria retornado ao posto de trabalho em dois minutos.

DIÁRIO DO SERTÃO

API e ACI realizam campanha de vacinação destinada aos profissionais de imprensa de Cajazeiras

Por DIÁRIO DO SERTÃO com assessoria

14/06/2018 às 22h15

 Secretário de saúde de Cajazeiras, Cristovão Pinheito ao lado dos radialistas, Jota França, Petson Santos e Zé Neto

A API (Associação Paraibana de Imprensa) em parceria com a ACI (Associação Cajazeirense de Imprensa), promovem neste sábado (16), uma campanha de vacinação para todos os associados.

 

Segundo o vice-presidente da ACI, o radialista, Jota França, o local da ação acontecerá na sede da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), localizada na Rua Padre José Tomaz no centro de Cajazeiras, entre 07h00 ás 11h00.

A vacinação destinada aos profissionais de imprensa em atividade será realizada com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde através do secretário Cristovão Pinheiro.

Serão disponibilizadas vacinas contra Hepatite, Antitetanica, Trípice Viral (rubeola, sarampo e cachumba), além da influenza H1N1.

A API e ACI solicita que os associados levem documento de identificação e o cartão de vacinação para quem tiver.

Projeto que cria teto para ICMS sobre combustível começa a tramitar

Nesta segunda-feira (28), começou a tramitar o projeto que cria um teto para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. A proposta foi apresentada na semana passada pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e precisava do apoio de 44 senadores para que fosse protocolada.

O Projeto de Resolução 24/2018, que tem coautoria do líder do governo no Senado, Romero Jucá (MDB-RR), deve ser discutido inicialmente na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Segundo o texto, os estados poderão cobrar, no máximo, ICMS de 18% incidente sobre a gasolina e o etanol, e de 7% sobre o valor do óleo diesel.

Segundo as contas preliminares do gabinete do senador Randolfe Rodrigues, somente no Rio de Janeiro a criação do teto pode reduzir R$ 0,05 a cada 1% de queda no imposto. Os assessores do parlamentar estimam que, atualmente, pratica-se uma alíquota de quase 30% e que, caso o projeto seja aprovado, o combustível pode retornar aos preços de janeiro de 2017.

“Se o governo não pode, por debilidade fiscal, subsidiar os combustíveis para equilibrar momentaneamente seu preço, minorando os impactos da alta internacional, que ao menos não atrapalhe, agravando ainda mais esse quadro desastroso para a economia nacional, reduzindo a insidiosa carga tributária que incide sobre os combustíveis”, defendeu Randolfe Rodrigues, ao propor as mudanças.

Quando subiu à tribuna para anunciar a coautoria da matéria, Romero Jucá lembrou que o Senado tem o poder de fixar uma alíquota “igualitária” para a cobrança do imposto. “Reduzir o percentual [do ICMS] necessariamente não vai baixar a arrecadação nominal desses impostos para os estados, porque está havendo um aumento de preço, do dólar e, portanto, do valor final da cobrança. Se a gente reduzir a cobrança do percentual, mas aumentar o valor do básico que será calculado, teremos um valor nominal ainda alto”, argumentou o líder.

A partir de agora, cabe à CAE designar um relator para proferir parecer favorável ou contrário à matéria. Como se trata de um projeto de resolução, as novas regras são competência exclusiva do Senado e não precisam passar pela Câmara. Para que seja aprovado em plenário, o projeto precisa do apoio de 54 dos 81 senadores.

Cajazeiras chega ao 8º dia de greve com quase 70% dos postos sem nenhum combustível; veja a lista!

A greve dos caminhoneiros chega ao 8º dia afetando profundamente o abastecimento dos postos de combustíveis da cidade de Cajazeiras. Para se ter uma ideia, dos 16 postos em funcionamento na cidade, 10 estão completamente desabastecidos, ou seja, sem nenhum tipo de combustível.

comb

Há outros postos em que faltam dois ou, pelo menos, um tipo de combustível, e mesmo assim a gasolina e o diesel são destinados a casos de extrema necessidade, como o abastecimento de viaturas policiais e ambulâncias.

O desabastecimento e os protestos que bloqueiam rodovias do estado estão afetando serviços em diversas áreas. Em Cajazeiras não haverá aulas em nenhuma instituição de ensino superior. Em Sousa, o Hospital Regional anunciou que as cirurgias eletivas estão suspensas por causa da escassez de insumos.

Mesmo após o anúncio do governo de que atendeu todas as reivindicações dos caminhoneiros, a categoria permanece com veículos parados e ocupando as margens das rodovias, marcando o 8º dia de mobilização contra o preço do diesel.

Confira na lista a seguir a situação dos postos de Cajazeiras:

Sem nenhum combustível: Posto Vip, Posto São Luiz (fechado), Posto Barretão, Postos Marauto 1 e 2, Postos Papa Léguas 1 e 2, Posto Nossa Senhora de Fátima, Posto São Geraldo e Santelmo.

Sem gasolina e diesel: Postos Nossa Senhora do Perpétuo Socorro 1 e 2.

Sem gasolina e álcool: Posto Rodrigues.

Sem gasolina: Posto São Francisco.

Só abastecem viaturas, ambulâncias e a Prefeitura: Posto Santo Antônio e Posto Central.

Serviço:

Posto Vip – Av. Pedro Moreno Gondim, fone : 3531-7404.
Posto São Luiz – Av. Pedro Moreno Gondim.
Postos Nossa Senhora do Perpétuo Socorro 1 e 2 – BR-230, fone: 3531-1488.
Posto Rodrigues – Rua Francisco Aprígio Nogueira, fone: 3531-2818.
Posto Santo Antônio – Av. Engenheiros Carlos Pires de Sá, fone: 3531-4318.
Posto Marauto 1 – Rua Geminiano de Sousa, fone: 3531-4319.
Posto Marauto 2 – Rua Tenente Arsênio.
Posto Papa Léguas 1 – BR-230, fone: 3531-6844.
Posto Papa Léguas 2 – PB-393.
Posto Nossa Senhora de Fátima – BR-230.
Posto São Geraldo – Estrada do Amor.
Posto Santelmo – Av. José Américo de Almeida , fone: 3531-1730.
Posto Central – Fone: 3531-3738.

Diariodosertao

Xamegão ‘pé no chão’ terá quatro dias de festa e bandas de renome regional, diz secretário

Por Jocivan Pinheiro

28/05/2018 às 17h52 • atualizado em 28/05/2018 às 17h57

 

 

A data de lançamento da programação oficial do Xemegão de Cajazeiras será dia 4 de junho. Quem confirmou ao Diário do Sertão foi o secretário municipal de Articulação Política, José Anchieta.

Segundo Anchieta, por causa da crise econômica a Prefeitura não dispõe de muitos recursos financeiros para realizar uma festa aos moldes do passado, por isso o Xamegão vai durar quatro dias e deverá contemplar, principalmente, artistas da região e atrações de renome no Nordeste.

“Vai ser um São Joao pé no chão em razão da nossa realidade financeira, prestigiando o autêntico forró, os valores de Cajazeiras, os artistas da região e também com atrações de destaque no Nordeste. Todo esforço está sendo desenvolvido nesse sentido para que Cajazeiras possa, aos poucos, ir resgatando esse importante evento do nosso calendário artístico”, disse José Anchieta.

VEJA TAMBÉMCajazeirense que participou do The Voice Kids canta no Xamegão de Cajazeiras

Xamegão de Cajazeiras já foi uma das maiores festas juninas do Nordeste

História

O Xamegão de Cajazeiras já foi uma das maiores festas juninas do Nordeste. Há quem diga que na Paraíba só era menor que o São João de Campina Grande, considerado o maior do mundo.

Mas nos últimos anos a tradicional festa cajazeirense perdeu muita força devido à falta de investimento das gestões municipais. Algumas edições chegaram a ser canceladas. O resultado disso tudo é que o evento que no passado durava 30 dias e recebia atrações de renome nacional, como Zé Ramalho, Fagner, Ivete Sangalo, entre outras, hoje sequer completa uma semana.

O público, naturalmente, não é mais pujante, pois o destino certo do paraibano que mora no Sertão e quer assistir a grandes shows musicais durante o São João é a cidade de Patos.

SHOW DIÁRIO

 

 

A data de lançamento da programação oficial do Xemegão de Cajazeiras será dia 4 de junho. Quem confirmou ao Diário do Sertão foi o secretário municipal de Articulação Política, José Anchieta.

Segundo Anchieta, por causa da crise econômica a Prefeitura não dispõe de muitos recursos financeiros para realizar uma festa aos moldes do passado, por isso o Xamegão vai durar quatro dias e deverá contemplar, principalmente, artistas da região e atrações de renome no Nordeste.

“Vai ser um São Joao pé no chão em razão da nossa realidade financeira, prestigiando o autêntico forró, os valores de Cajazeiras, os artistas da região e também com atrações de destaque no Nordeste. Todo esforço está sendo desenvolvido nesse sentido para que Cajazeiras possa, aos poucos, ir resgatando esse importante evento do nosso calendário artístico”, disse José Anchieta.

VEJA TAMBÉMCajazeirense que participou do The Voice Kids canta no Xamegão de Cajazeiras

Xamegão de Cajazeiras já foi uma das maiores festas juninas do Nordeste

História

O Xamegão de Cajazeiras já foi uma das maiores festas juninas do Nordeste. Há quem diga que na Paraíba só era menor que o São João de Campina Grande, considerado o maior do mundo.

Mas nos últimos anos a tradicional festa cajazeirense perdeu muita força devido à falta de investimento das gestões municipais. Algumas edições chegaram a ser canceladas. O resultado disso tudo é que o evento que no passado durava 30 dias e recebia atrações de renome nacional, como Zé Ramalho, Fagner, Ivete Sangalo, entre outras, hoje sequer completa uma semana.

O público, naturalmente, não é mais pujante, pois o destino certo do paraibano que mora no Sertão e quer assistir a grandes shows musicais durante o São João é a cidade de Patos.

SHOW DIÁRIO

///// CAJAZEIRAS

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 74 visitantes e Nenhum membro online