OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

CAJAZEIRAS

Cajazeiras recebeu mais de R$ 8 milhões de impostos do governo do estado no primeiro semestre

O Governo da Paraíba destinou aos 223 municípios do Estado mais de R$ 701,1 milhões em repasse dos tributos estaduais recolhidos ao longo do primeiro semestre deste ano, o que representou uma alta nominal de 6,76% sobre o valor repassado nos seis primeiros meses de 2016. O carro-chefe do montante distribuído ficou com a cota parte do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), que destinou R$ R$ 656,7 milhões. Outros R$ 84,708 milhões vieram do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

Conforme prevê a Lei Complementar nº 63 de 1990, o montante repassado do ICMS corresponde a 25% da arrecadação do tributo, distribuído mensalmente às administrações municipais com base na aplicação do Índice de Participação dos Municípios (IPM), definido para cada cidade no ano anterior. Já sobre o valor do IPVA, o Estado repassa ao município onde o veículo está licenciado metade da receita arrecadada com este tributo, sendo 10% do tributo repassado ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O ICMS é o principal tributo do Estado, representando 93% das receitas próprias no ano passado. O crescimento dos tributos estaduais também colabora com a execução orçamentária e políticas públicas dos municípios paraibanos, principalmente nas cidades consideradas de portes médio e grande, que receberam maior repasse da cota-parte do ICMS em 2016.

 Os municípios paraibanos que mais receberam a cota-parte do ICMS do Estado somado ao do IPVA no primeiro semestre de 2017 foram João Pessoa (R$ 193,164 milhões); Campina Grande (R$ 103,091 milhões); Cabedelo (R$ 56,613 milhões); Santa Rita (R$ 24,765 milhões); Bayeux (R$ 14,983 milhões); Patos (R$ 12,812 milhões); Caaporã (R$ 9,070 milhões); Alhandra (R$ 8,658 milhões); Cajazeiras (R$ 8,792 milhões); Sousa (R$ 8,922 milhões); Conde (R$ 8,178 milhões) e Guarabira (7,492 milhões). Os dados completos do Índice de Participação dos Municípios (IPM) e o valor do repasse dos tributos estaduais aos 223 municípios do Estado podem ser conferidos no portal da Receita Estadual no linkhttps://www.receita.pb.gov.br/ser/info/municipios

/

PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO DA COTA-PARTE

O prazo do pedido de impugnação para índice provisório da cota-parte do ICMS das 223 prefeituras paraibanas para o ano de 2018 termina no próximo dia 1º de agosto. A Secretaria de Estado da Receita publicou o índice de participação da cota-parte do ICMS no Diário Oficial Eletrônico (Doe-SER). As prefeituras podem ter acesso aos índices eletronicamente por meio do link https://www.receita.pb.gov.br/ser/servirtual/2016-01-05-19-01-00, consultando o Doe-SER do dia 30 de junho.

Secom

Jeová desabafa contra Carlos Antônio e Denise: “Vou ganhar o quê chamando eles de traidores?”

Candidato à reeleição no pleito do ano que vem, o deputado estadual Jeová Campos, do PSB, vai para a disputa de 2018 sem o importante apoio do grupo dos ex-prefeitos Carlos Antônio e Denise Albuquerque, de Cajazeiras.

Apesar de ter apoiado os correligionários nos dois últimos pleitos eleitorais (2012 e 2016), o casal já avisou que votará, para deputado estadual, no ex-vice prefeito Bruno Araújo (PTB), deixando a campanha de Campos acéfala. Jeová, por sua vez, tenta não demostrar mágoas, mas em entrevista nesta sexta-feira (28), acabou desabafando por conta da ausência de reciprocidade.

cjcd

“Eu vou ganhar o que chamando eles de traidores? Não vou ganhar nada. Vamos ser adversários, mas com respeito. Não vou cometer o erro de outros, que romperam e depois saiu um degradando o outro. Não preciso disso. Para eu puder ser reeleito eu só tenho que fazer o convencimento dos meus parceiros de que estamos fazendo um mandato respeitado. Não é à toa que muitos me escolhem como deputado de melhor desempenho parlamentar”, disse.

Jeová continuou o desabafo e lamentou que os grupo de Carlos Antônio tenha optado por alguém da cozinha de sua casa, em vez de defender um nome da aliança. “Eu entendo na política que cada um escolhe suas companhias. Cada um define o que fazer. Eu particularmente defendi a unidade do PSB e da aliança política de Cajazeiras, pensando no futuro, mas se outros membros da oposição e que não são do PSB pensam diferente, não posso fazer nada. O que acho estranho é que reconhecem meu mandato, mas não sirvo para ser o deputado deles, tem que ser da cozinha, se for da aliança não serve. Mas é assim mesmo”, desabafou.

UM CULPADO

Sobre a derrota da prefeita Denise Albuquerque, nas eleições de 2016, Jeová não esconde quem considera o responsável – Júnior Araújo. Ele disse que foi o atual escolhido do grupo para disputar uma vaga na ALPB quem coordenou a campanha e que foi o responsável pelo fracasso.

“Quando escolhi votar em 2012 e garantimos a eleição de Denise, eu acertei. Quando botei minha energia para reelege-la em 2016, eu acreditei porque o governo era bom, perdemos por erros de comando na campanha, que foi malconduzida e mal coordenada. A coordenação foi exclusiva de Júnior Araújo. Como é que você exclui um deputado com experiencia e militância das articulações, e isso aconteceu comigo, nunca ninguém me chamou para uma reunião para dar pitaco na majoritária. Se eles querem andar só que andem, não tenho queixa nenhuma. Vou para a minha campanha com meus aliados”, arrematou.

PBagora

Comarca de Cajazeiras e mais dois municípios da Paraíba contarão com novos juízes

O Juizado Especial Misto de Cajazeiras, a 1ª Vara Mista de Princesa Isabel e a 4ª Vara de Sousa serão ocupadas, a partir do mês de agosto, pelos magistrados Francisco Thiago da Silva Rabelo, Pedro Davi Alves de Vasconcelos e Carmem Helen Agra de Brito, respectivamente. Os novos juízes foram empossados pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Pereira Filho.

Os magistrados tiveram direito de escolher em que unidades judiciárias atuarão, dentro da relação de comarcas disponibilizadas pela Presidência do TJPB, no início da tarde desta sexta-feira (28). A escolha foi feita por ordem de classificação dos aprovados e nomeados no 53º Concurso para Juiz Substituto do Estado da Paraíba e o evento contou com a presença do presidente do Judiciário estadual, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, e do vice, desembargador João Benedito da Silva.

O presidente Joás de Brito Pereira Filho falou sobre o processo de escolha. “A escolha das comarcas recaiu sobre as do Sertão, de difícil preenchimento, para onde foram designados os três magistrados, que atuarão no interior do Estado de forma a contribuir e dar maior celeridade a essas unidades judiciárias”.

Ao falar sobre o que os jurisdicionados de Cajazeiras podem esperar de sua atuação, Francisco Thiago afirmou que vai procurar promover o andamento judicial de forma célere no Juizado. Na ocasião, ele se comprometeu em desempenhar, da melhor forma possível, a prestação jurisdicional na Comarca.

Já o juiz Pedro Davi afirmou que a comunidade de Princesa Isabel pode esperar, de sua parte, um trabalho dedicado e bem equilibrado, além de muito esforço para melhorar e trazer uma paz social àquela Comarca. “Junto a juíza que já atua na comarca, tentaremos realizar um trabalho de transformação social com grande responsabilidade”, assegurou.

A escolha para a 4ª Vara da Comarca de Sousa foi da Juíza Carmem Helen Agra de Brito. Ao ser abordada sobre o trabalho que pretende desenvolver para atender aos jurisdicionados, a juíza enfatizou: “A comunidade de Sousa vai receber uma magistrada célere, comprometida com a sociedade, que não vai ficar apenas no gabinete, mas vai procurar proporcionar uma integração com a comunidade”.

Os Guedes 

Zé Aldemir volta da Europa e reassume prefeitura de Cajazeiras com elogios à atuação do seu vice Na passagem do cargo, José Aldemir fez questão de enaltecer a postura e as ações do vice-prefeito durante o tempo em que esteve como chefe do Poder Executivo

Por Jocivan Pinheiro

13/07/2017 às 19h10

 

Após se ausentar de Cajazeiras por 20 dias para realizar uma viagem à Europa, o prefeito José Aldemir Meireles (PP) reassumiu oficialmente a prefeitura nesta quinta-feira (13), durante cerimônia de posse de cargo com o vice-prefeito Marcos do Riacho do Meio (PT), que havia assumido interinamente os destinos do município.

Na passagem do cargo, José Aldemir fez questão de enaltecer a postura e as ações do vice-prefeito durante o tempo em que esteve como chefe do Poder Executivo. Ele ressaltou que sua relação com Marcos do Riacho do Meio é de confiança desde a campanha que sagrou vencedora a sua chapa.

“Eu saí de Cajazeiras para fazer essa viagem e não posso fazer outra coisa a não ser agradecer a Marcos pelo seu empenho, pela sua coragem, pela forma como ele exerceu, nesse pequeno espaço de tempo, à frente da prefeitura, promovendo ações de interesse da sociedade e fazendo um trabalho brilhante”, declarou.

VEJA TAMBÉM: Depois de Zé Aldemir, primeira-dama de Cajazeiras responde a críticas de Carlos Antonio e denuncia que ex-gestor usava dinheiro para bancar viagens internacionais

Zé Aldemir reassume a prefeitura de Cajazeiras

Já Marcos do Racho do Meio disse que entrega o município novamente nas mãos do prefeito com a certeza do dever cumprido e com a sensação de um sonho realizado, por ter sido prefeito de Cajazeiras oficialmente por quase um mês.

“Se ele tivesse me dado um dia como prefeito eu já ficaria satisfeito na minha vida. Foram 18 dias e tivemos a oportunidade de apresentar alguns trabalhos que agradaram as comunidades. Quem falou que a cidade ia ficar abandonada, posso falar que não ficou de jeito nenhum.”

DIÁRIO DO SERTÃO

Cadela de rua perde pata em acidente e jovens de Cajazeiras se unem em campanha para arrecadar dinheiro e pagar cirurgia do animal; Saiba como ajudar Sophia!

Por Luzia de Sousa

27/06/2017 às 15h43 • atualizado em 27/06/2017 às 15h44

Sophia passou por cirurgia em cajazeiras (Foto divulgação)

Um jovem iniciou nessa segunda-feira (26) em sua rede social Facebook, uma campanha para salvar um animal de rua (cadela), em Cajazeiras, que teria tido uma das patas lesionadas em um acidente, segundo o rapaz, “por maldade humana”.

Rafael Henrique Freitas é o nome do jovem que está tentando salvar o animal, e declarou que vai lutar enquanto “houver ar nos pulmões” do animal, pois acredita ainda na bondade de muita gente da cidade.

A cadela que ganhou o nome de Sophia teria sido resgatada e levada a um veterinário, onde passou por cirurgia, que custou R$ 670, porém, Rafael disse não ter esse dinheiro para pagar e resolveu fazer uma campanha para tentar arrecadar esse valou.

Ele explicou que além da cirurgia tem outros gastos, possivelmente com remédios e alimentação para a cadela. Quem puder ajudar deve entrar em contato com Rafael pelo telefone 83-9.9340-8141.

A jovem Emanuelle Gomes também usou sua rede social para reforçar a campanha e pedir ajuda para salvar Sophia.

DIÁRIO DO SERTÃO

///// CAJAZEIRAS

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SIGA NAS REDES SOCIAIS

   

FALE PARA SEUS AMIGOS QUE ESTÁ OUVINDO A FMCIDADE

Na FM 104,9 Agora!

Temos 73 visitantes e Nenhum membro online