OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

CAJAZEIRAS

Residentes médicos passarão a atuar nos PSFs de Cajazeiras a partir da próxima segunda

A cidade de Cajazeiras passará a abrigar residentes de cursos de medicina de todo país. A informação, é da coordenadora de atenção básica da secretaria de saúde do município Ana Claudia, que prestou entrevista ao programa Além da Notícia da rádio Oeste da Paraíba nesta sexta.

Segundo ela, a reunião para formalização ocorreu nesta quinta e sexta feira 10 e 11, respectivamente, no auditório da UFCG. Estiveram participando da reunião além da coordenadora, os doutores Vinicius que é coordenador da residência médica da universidade em Cajazeiras, e Henrique, que será um dos preceptores do curso de medicina.

Os seis PSFs aos quais os residentes irão atuar são: PAPS, Sol Nascente, Mutirão, Cristo Rei, Unidade de Engenheiro Ávidos e Dom Bosco. Ana explicou que o planejamento com os residentes foi dividido em três equipes, que a partir de segunda feira (14) já estarão atendendo nas citadas unidades de saúde.

Ao todo serão seis residentes atendendo nas unidades em quatro dias da semana, já nas folgas estarão em outros departamentos que poderão ser HRC, SAMU ou IJB.

O tempo de duração da residência médica será de dois anos, e a cada ano, a prefeitura estará abrindo novas vagas para mais residentes através de um critério de seleção com provas, onde os médicos se inscreverão e os que forem aprovados ingressarão nos postos de Cajazeiras.

Blogdofurao.com

Cajazeiras e Joca Claudino ganham destaque em reportagem do Fantástico da Rede Globo de televisão

Fantástico da Rede Globo de Televisão exibiu nesse domingo (06), uma reportagem acerca do aniversário da Esquadrilha da Fumaça, que existe há 60 anos.

Na reportagem, as cidades de Cajazeiras e Joca Claudino, no Sertão do Estado foram as únicas cidades da Paraíba que receberam destaque.

Veja matéria na íntegra:
Um giro sobre o Brasil a 60 metros de altura a 500 km/h! O Fantástico embarca com a Esquadrilha da Fumaça em uma missão especial: percorrer oito estados em 10 dias, sobrevoando capitais e pequenas cidades.

A preparação da viagem é em Pirassununga, São Paulo. Na Academia da Força Aérea, são treinados os pilotos da Esquadrilha. Hoje, eles são 13. Eles são herdeiros dos pilotos que começaram essa história há 60 anos, inventando acrobacias na Escola de Aeronáutica do Rio de Janeiro. A brincadeira virou coisa séria. O repertório chega a 55 acrobacias.

A viagem de aniversário começa em Pará de Minas. E já no primeiro voo, aparece o segredo do sucesso da esquadrilha: não há idade para ser fã das manobras dos pilotos. “É aquela hora que parece que vai bater e também aquela hora que parece que eles perdem o controle”, conta Gabriel Lopes Rodrigues, de 8 anos. “É a inteligência da pessoa, andar naquelas alturas, fazer as piruetas, andar de bruços, de barriga pra cima, tudo isso emociona a gente”, comenta o aposentado José Bernardes de Oliveira.

Depois do afastamento da diretora da cadeia de Cajazeiras, diretor do presídio também será investigado por graves denúncias. Veja!

O secretário de Administração Penitenciária do Estado, Washington França, abriu esta semana um processo de sindicância contra o diretor do presídio Regional da cidade de Cajazeiras, o Sargento Rivonaldo.

A equipe chega a “Terra do Padre Rolim”, nessa quinta-feira (03), para apurar graves denúncias feitas pelos agentes penitenciários contra Rivonaldo.

A sindicância vai ouvir os agentes, os presos e também o diretor do presídio.

A diretora da cadeia feminina, Graça Abreu foi afastada do cargo na semana passada e também responde a uma sindicância.

Veja também: Diretora da Cadeia de Cajazeras é afastada do cargo por responder a graves denúncias.

Veja ainda: Agente acusa diretor do presídio de CZ de cobrar para amantes de detentos entrarem nas celas

DIÁRIO DO SERTÃO

Descaso: Moradores denunciam lixão e esgoto a céu aberto em Rua da cidade de Cajazeiras; Secretário dar sua versão

Um internauta que não quis se identificar, enviou ao Diário do Sertão uma denúncia acompanhada de vários fotos, sobre um verdadeiro descaso na Rua Major Vicente Leite, localizada no Bairro São Francisco.

Segundo os moradores, nessa Rua se aglomerou um lixão, além de um esgoto a céu aberto encostado das residências, onde crianças brincam com entulhos e a água suja. Com o lixo e o esgoto o cheiro é insuportável, além da facilidade de contrair doenças e contaminações no geral.

“Necessitamos de providências urgentes, não aguentamos esse descaso na frente de casa”, desabafou um morador.

O Outro lado
A reportagem do Diário do Sertão entrou em contato com o novo secretário de infra-estrutura, José Gilberto Rolim, empossado dia 10 de maio, o qual afirmou que após tomar conhecimento do cronograma e de toda equipe de trabalho, estão fazendo rondas nas ruas e bairros da cidade para se aproximar da realidade e dos problemas.

Inclusive, na manhã dessa segunda-feira (02), passará com toda sua equipe na Rua Major Vicente Leite, para visualizar a denúncia e tomar as providências cabíveis.

No entanto, ressaltou o secretário que, uma obra só poderá iniciar quando uma outra for concluída, “nesse momento, estamos trabalhando nos bairros dos Remédios e no Cristo Rei, portanto, quando concluímos essas dois bairros iremos iniciar obras em outros bairros”, disse Gilberto.

DIÁRIO DO SERTÃO

Nome sujo: Vereadores denúnciam que dívida da prefeitura de Cajazeiras com IPAM chega a R$ 14 mi

A Câmara Municipal de Cajazeiras promoveu esta semana uma sessão com a finalidade de debater denúncias dando conta de que a Prefeitura não estaria repassando contribuições junto ao Instituto de Previdência e Assistência Municipal (IPAM).

Em um diagnóstico da atual realidade da prefeitura junto ao IPAM, o secretário do Instituto, Uanderson Bandeira disse que a Prefeitura não realiza o repasse de quase R$ 250 mil mensais ao instituto, referente à parte patronal, desde o mês de outubro de 2011, com a dívida atualizada de quase dois milhões de reais. Outra revelação foi que o parcelamento anterior da dívida feita pelo ex-prefeito Léo Abreu ainda não foi pago.

Para o tesoureiro do Sinfumc, Francisco das Chagas a situação virou uma verdadeira “bola de neve”. Ele lembrou que a dívida só tende a crescer e culpou o poder legislativo, uma vez que, segundo ele, foram os vereadores responsáveis pelos inúmeros parcelamentos feitos em 2011.

O presidente da Câmara, Marcos Barros disse que o Poder Legislativo não pode ser responsabilizado pelos erros do executivo, que não faz os repasses e depois pede parcelamentos.

Uma estimativa preliminar do secretário do IPAM aponta um débito de R$ 14 milhões por parte da prefeitura. Com isso, o município fica impedido de receber recursos do Governo Federal.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações do Gazeta do Alto Piranhas

///// CAJAZEIRAS

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SIGA NAS REDES SOCIAIS

   

FALE PARA SEUS AMIGOS QUE ESTÁ OUVINDO A FMCIDADE

Na FM 104,9 Agora!

Temos 595 visitantes e Nenhum membro online