OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

O diretor da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (SUDEMA) na Paraíba, João Vicente, explicou porque a Prefeitura de Cajazeiras ainda não conseguiu a liberação para construir o cemitério da Zona Norte.

Em entrevista à TV Diário do Sertão, João Vicente disse que para construir um cemitério é necessário se adequar às regras de meio ambiente que estão na Legislação brasileira. E no caso de algumas regiões do Semiárido nordestino, essas regras são ainda mais rígidas para não comprometer o solo.

João Vicente explica que no subsolo da Zona Norte de Cajazeiras há camadas de lençol freático, ou seja, localiza-se nele água aproveitável para consumo humano. Por isso a construção de um cemitério no local traz riscos à saúde.

“Um cemitério é um equipamento de alto impacto ambiental. É preciso que quem constrói se submeta às recomendações que a Legislação exige, não somos nós, SUDEMA, que exigimos.”

João Vicente completa: “Eu vou desgraçar o lençol freático para atender à veleidade de uma pessoa que não quer se submeter ao regramento? A SUDEMA nunca age pela minoria, só age pela maioria.”

///// CAJAZEIRAS

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 119 visitantes e Nenhum membro online