OUVIR  

Clube FM: (83)3531-4379  WHATSAPP 9.9999-2683

A diretoria do Clube Campestre de Cajazeirense, através de seu presidente, Altemar Sá Vieira convocou os sócios nessa quarta-feira (14), para uma Assembleia Geral Extraordinária, onde serão discutidos assuntos relevantes para manter o funcionamento da tradicional área de lazer.

 

VEJA TAMBÉM:

+ Presidente do Campestre tenta evitar que o clube seja fechado por causa de ação judicial

A assembleia está agendada para o próximo 15 de abril (domingo), e o primeiro tópico da reunião assustou os associados: “Possibilidade de venda de uma parte do terreno do clube”.

Outros pontos como inadimplência, convênios, aumento de mensalidades e mudanças sobre a reeleição para presidência do clube estão na pauta.

Ao Diário do Sertão nesta segunda-feira (19), Altemar Vieira explicou que nada foi decidido, tudo que está no edital será discutido com os sócios, pois somente eles têm decisão soberana no Campestre, mas explicou que a venda de parte do terreno, que tem área total de 60 hectares, caso seja aprovada seria uma saída para ‘salvar’ a situação da área de lazer.

Altemar informou que o terreno não é produtivo, pois não se planta nada no local, nem rende nada, além de revelar que a inadimplência do clube chega a 80%.

Ele afirmou que o dinheiro do terreno, caso seja aprovada a venda, seria para novos empreendimentos para o Campestre, para o pagamento de dívidas e fazer caixa para o clube, que possibilitaria investir nos grandes eventos que eram realizados em Cajazeiras.

O presidente explicou ainda, que só a folha de pagamento do clube custa R$ 10 mil e as despesas gerais chegam a 20 mil, porém, só arrecada R$ 12 mil. “Estamos operando no vermelho”, alertou Altemar.

Veja a convocação!

DIÁRIO DO SERTÃO

///// CAJAZEIRAS

///// ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Na FM 104,9 Agora!

Temos 61 visitantes e Nenhum membro online